Apenas por pessoas de alma já formada

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Imprevisto

Um show. Lotado. Não tinha noção da quantidade de pessoas que gostavam daquela medíocre (ao menos para mim) banda. Um empurra-empurra. Eu me perdi de meus amigos fácil. Era muita gente e eu não consegui acompanhar os passos de meus colegas. Fui levada por um mar de gente e não tinha a menor ideia do que fazer para reencontrá-los. O celular funcionava, mas não tinha como ouvir nada. Não adiantaria.


- Vanessa? – Alguém chamou (GRITOU) meu nome. Quem seria?
- Você está perdida? – Ele me perguntou (GRITOU) preocupado demais para um desconhecido. Como ele sabia meu nome? Eu não sabia com quem falava, então atordoada perguntei (GRITEI). – Desculpa. Eu te conheço?

Eu tinha certeza que não o conhecia. Mas era tanta gente! Tanto tumulto! Tanta confusão! Será que eu o conhecia?

- Eu sou amigo do Marcelo. Nós nos conhecemos no bota-fora dele. Lembra? – Eu não lembrei.
- Você está sozinha?
- Eu me perdi de meus amigos. – Eu respondi sua pergunta, olhando ao meu redor. Abismada com a aglomeração ali formada. Eu ainda não acreditava na quantidade de pessoas ali presentes. – De onde toda essa gente saiu?? – Ele riu de minha indignação e não disse nada além. Apenas se aproximou de mim, próximo demais para alguém de quem eu nem sequer lembrava, e pegou minha mão, puxando-me pela multidão.
- Para onde você está me levando?

Ele não conseguiu ouvir minha pergunta. Foi, então, que eu lembrei. Entre a pergunta não ouvida e a resposta não dada, eu lembrei quem era aquele que segurava minha mão, me arrastando pela multidão. Estava incoerente demais no bota-fora do Marcelo para lembrar, mas a lembrança me veio como um insight. Ele foi meu salvador. Sim, aquele que me levou para casa, quando todos estavam bêbados demais para dirigir. Como eu pude me esquecer daquela festa?

- São eles? – ele me perguntou, apontando para um grupo de pessoas. Nós havíamos parado. Enquanto estava mergulhada em meus pensamentos, ele de alguma forma conseguiu achar um caminho menos lotado naquela multidão para conduzir-nos até ali. Eu olhei para a direção onde ele apontava. Ele repetiu a pergunta:
- São eles?
Foi, então, que eu olhei melhor e vi. Ele havia nos levado até os meus amigos. Eu não entendi.
- Como você sabia...?

Ele não respondeu minha pergunta, nem me deixou terminá-la. Será que eu não estava gritando o suficiente para me fazer ouvida? Ele apenas olhou em meus olhos (ele ainda não havia largado minha mão) e me deu um beijo (curto demais para mim).
- Você já está em boas mãos agora. – ele disse me dando outro beijo, mais curto do que o primeiro (se é que isso era possível) e me largou, voltando para o meio da multidão. Como minha memória pôde ter esquecido aquela voz? Eu não voltei para meus amigos. Minha cabeça ficou no beijo curto demais que ele me deu.

(continua)

posted by mente inconstante at 15:09

14 Comments:

Ebaa continua ooh vê se continua até o final hein?!irei aconpanhar que nem fiz na "série"do thiago que vc nao me mandou ate agora o final,mas bele entendo um dia ainda leu o final hehehe
bjão

20 de novembro de 2009 20:16  

Caraca, que massa!
Fiquei supercuriosa pra ler mais.
Posta assim que puder, tá?
Beijo.

21 de novembro de 2009 00:34  

Tá muito interessante, quero saber o que vai acontecer...
Posta assim que for possível!!!
Amei...
Bjs

23 de novembro de 2009 21:11  

Eu também fiquei curiosa!!
A história é verídica?
;*

24 de novembro de 2009 15:21  

Eu também fiquei curiosa!!
A história é verídica?
posta o final !

26 de novembro de 2009 06:38  

Ahhhhhhh adorei!!!!
quero logo saber o final, hein
bjo

27 de novembro de 2009 09:59  

http://brechofubazento.blogspot.com/
ajude nas minhas compras de natal please!

2 de dezembro de 2009 10:27  

caracaa, fiquei curiosa, gamei nesse texto *-*
saudades Vanessa, não suma ;]
:*

4 de dezembro de 2009 08:07  

Adoro histórias inacabadas *-* ahahaha

5 de dezembro de 2009 14:06  

adoreei *-*

7 de dezembro de 2009 17:06  

Adooooooorei *-* Agora fiquei com vontade de saber o final

7 de dezembro de 2009 23:07  

adoooreeei, curiosa pra ler a continuação *-*

8 de dezembro de 2009 07:47  

aaaaameeei, bem qe poderia continuar heem ? *-*

8 de dezembro de 2009 08:17  

Ainda bem que continua, porque eu quero maaaaaaaaaaais!

Você sumiu do meu blog. :/
Tá escrevendo cada vez melhor.

Vou adicionar você a lista de indicados do meu 'site'.

passa lá: www.estouroempalavras.com

Jo

13 de dezembro de 2009 11:33  

Postar um comentário

<< Home