Apenas por pessoas de alma já formada

quarta-feira, 3 de março de 2010

Acabou

Como seu coração podia ter diminuído daquela forma? A angústia não inflava seu coração como a felicidade normalmente fazia. Não, seu coração dessa vez se contraía cada vez mais. Apertado ele estava. Como você pode ter feito isso a ela? Diz que não. Diz que odeia. Diz que não importa da mesma maneira que antes, mas não fica calado. Não faça com que a esperança tome conta dela, mesmo sabendo que, se você não disse nada, é porque não quer mais. Ainda assim. A esperança não percebe isso e faz com que ela sinta (ainda) que a qualquer minuto aquele telefone irá tocar e será você a ligar. Ela queria encher a cara e fugir desse mundo, mas ela não bebia. O tempo começava a fechar e ela sabia que não aguentaria muito tempo. Ela também despejaria rios de água em poucos momentos. Não iria demorar. As forças se esvaiam e ela realmente começava a se fechar para o mundo. Armava uma caixa de aço que impediria ela própria de se relacionar com mais alguém. Ela se fecharia para todos. E tudo por sua causa. Você que sumiu e nesse estado a deixou. Você morreu para ela, meu amor, e você sabe que nem precisa dizer que "acabou".
Já postei isso antes? :)
posted by mente inconstante at 14:02

4 Comments:

Gostei do texto..acho q vc ainda não tinha postado.
Eu sou uma que me iludo rapido..qualquer "oi tdo bem?" me faz ter esperança..
isso nem sempre eh boom'


bjinhoos'

3 de março de 2010 19:00  

Vaneeeeeeeeessa *-* você voltou, até comentou no blog HAHAHAHA' Nossa cara, já tava com saudade de você já.
Você ainda não postou isso RSRS
Mas como você tá??
Desculpe a demora, tem umas coisas acontecendo e tal... no blog eu me explico melhor, mas enfim, contaew, e você?
:***

3 de março de 2010 19:46  

Corações massacrados choram...

Ah, que saudade d'ocê.
Beijo.

3 de março de 2010 22:12  

Às vezes precisamos dizer que acabou...
E nunca vi esse texto por aqui antes...
Triste mais verdadeiro...
Amei!!!

Bjs

4 de março de 2010 15:29  

Postar um comentário

<< Home