Apenas por pessoas de alma já formada

sábado, 10 de abril de 2010

Em primeira pessoa

Pingos d’água caíam agora, molhando a areia do deserto árido que serviu de cenário para a morte de minha amada. Que amor é esse que só resulta em morte? Como fui egoísta e deixei-a desprotegida! Como pude ter permitido que as coisas ocorressem dessa maneira? Ele já me esperava, quando eu lá cheguei. Teríamos os dois a nossa vingança. E somente um de nós sairia vivo dali. Nada importava mais sem ela ao meu lado.
(continua)
posted by mente inconstante at 18:07

6 Comments:

Arrependimento tardio, né?

Continua...

10 de abril de 2010 18:52  

O.O
UAU

esperando continuação :)

bjão =^.^=

11 de abril de 2010 00:49  

Nossa,havia perdido mas parte,mas logo entrei em ordem com a historia.
Tá muito boa Vanessa,espero a continuação.^^
Beijo

11 de abril de 2010 13:16  

Quando peredemos alguém que amamos, é como se estivéssemos perdido tudo.

Espero a continuação com ansiedade.

Beijujubas

11 de abril de 2010 22:54  

F5, F5, F5 ahaha
esperando a próxima atualização!
;*

11 de abril de 2010 22:56  

Depois que nos é roubado o amor...
Pra que vivemos???

Bjs

16 de abril de 2010 14:25  

Postar um comentário

<< Home