Apenas por pessoas de alma já formada

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Sou

Eu sou o mais patético de todos os seres. Eu não sou nenhuma heroína. Eu forjo realidades, absurdas em fantasias. E quisera eu ter a decência de admitir meus erros. Tenho um problema e tenho que expô-lo antes que seja tarde. Tudo que faço é rastejar e que eu tenha a coragem de fazer. Não importa o que. Dar o primeiro passo. Dar a cara à tapa. Viver ao invés de sobreviver. Tudo penso, mas nada faço. Se meu mundo fosse minha imaginação eu estaria segura o bastante para absorvida ser pelo meu pecado constante de nunca respirar esse ar puro chamado VIDA.
.
posted by mente inconstante at 18:59

4 Comments:

Obrigada por me descrever, Vanessa =P.

Lindo texto.
Revelaste como minha alma se sente.

Já te adicionei no msn! (tô curiosa pra saber qual é a sua proposta!)

Beijo.

28 de agosto de 2009 20:26  

E quem é que não precisa de um balão de oxigênio às vezes?
E vamos à luta!

Retribuindo o carinho no blog recém-poetas.
Faço parceria com radik.

Beijocas.

29 de agosto de 2009 10:19  

Pra que perder tempo com sentimentos que só nos colocam pra baixo? o que temos que fazer é viver e viver e não ter a vergonha de ser feliz....♪ beijos

29 de agosto de 2009 13:12  

Muitas vezes deixamos passar momentos que poderiam ser maravilhosos, por esse medo de viver, por essa insegurança que a vida nos faz sentir.

Beijujubas

29 de agosto de 2009 13:53  

Postar um comentário

<< Home