Apenas por pessoas de alma já formada

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Princesa,

esperava fazer uma surpresa a você e aparecer sem avisos prévios. Mas não foi possível. Serei sincero com você. Não faço a mínima idéia de quando nos veremos novamente. Estou a mercê de uma das várias facetas do futuro, muito conhecida como destino. E como o destino é imprevisível, meu amor.
.
.
Seis meses depois, o amor dos dois ficou cada vez mais distante. A excitação desaparecia cada mês que passava. Muito tempo se passou desde que os dois se encontraram pela primeira e única vez. Como não esfriar, afinal?
.
(carta nunca enviada)

Príncipe,

uma parte de mim se convenceu de que você não mais vive, não apenas no meu coração, mas neste planeta. É mais fácil assim tentar esquecer você. Quantos mundos ainda por vir. Mas me fecho cada vez mais ao tentar sem êxito encontrar novas terras. Quero um lar para chamar de meu e sei como é difícil encontrar. Existem muitos lares falsos espalhados pelo Universo. Sei que você não era falso, mas era impossível. Desisti de nós.
.
.
(carta nunca recebida)

Princesa,

hoje sonhei com você. Não foi a primeira vez, embora tenha sido a primeira na qual não me senti feliz. Você andava em algum lugar de seu reino, quando lhe avistei. Corri em sua direção, tentando fazer com que meus olhos se encontrassem com os seus. Fracassei. Havia muitas pessoas, muitas coisas se moviam entre nós, e quanto mais tentava me aproximar de você, mais longe eu lhe via. Gritei, chamei seu nome incansavelmente até que você olhou em minha direção, mas não pareceu me reconhecer. Olhava para mim como se olhasse para um desconhecido. Seus olhos viam onde eu estava, mas não pareciam me reconhecer. Será que isso quer dizer algo? Será que você já me esqueceu?

Marcadores:

posted by mente inconstante at 14:00

2 Comments:

Não, não esqueceu.
Tenho certeza que o príncipe ainda mora no coração da princesa, pode ser que o amor esteja apenas desmaiado.
- Acoooooorda, amor!

21 de agosto de 2009 16:41  

Gente, que lindo! Não príncipe... ela não te esqueceu. *-*

22 de agosto de 2009 13:36  

Postar um comentário

<< Home