Apenas por pessoas de alma já formada

sexta-feira, 18 de março de 2011

Too little, too late

Ok. Já que você não acredita nos meus atos, talvez no que eu escrevo fique mais fácil compreender que pele a gente não explica e a sensação que o teu beijo provocou em mim foi boa demais para esquecer. Somada ao carinho que eu comecei a nutrir por você nesses últimos meses, não ficar perto quando dou por sua presença é pedir demais de mim que sou tão fraca perante. Perante o quê? Ah, não me faça essa pergunta. Sabe que, embora eu sinta, não sei ao certo o que exatamente você significa tanto para mim. Vou sair daqui descuidada, andar descalça, sem olhar para os lados ao atravessar a rua, porque não importa o quanto eu esteja feliz; você, com seu jeito sutil de me dar um fora, sempre consegue estragar todo o meu bom-humor. Cadê? Ele estava aqui, não só ao meu lado, como dentro de mim. E fica feio continuar com essa investida já dada como fracassada, já que as possibilidades são quase nulas, mas meu corpo não obedece meus comandos. Para variar, quando mais preciso dele. Podem rir, apontar os dedos juízes na minha direção, nada me incomoda tanto quanto o que ganho de você todos os dias. Esse seu sorriso amigo que consegue o impossível: dizer ao mesmo tempo eu te amo, mas não quero nada com você.
eis o ínicio de nossa relação. finita. você está em outra dimensão agora. e o que sobrou fui eu. largada na sarjeta da vida. aqui. texto perdido resgatado do passado para o presente. que presente? irônica palavra. depressão. já não sei o que faço. ou escrevo. câmbio. desligo. des-ligar. não consigo. desligamento da alma. amor. amor.
posted by mente inconstante at 14:34

3 Comments:

=/
Força...
É tudo que tenho a lhe dizer...

Bjs

18 de março de 2011 20:27  

Estava morrenndo de saudades dos teus textos, pena que minha rotina tomou conta de mim, mas aqui estou de volta. Vivo algo muito semelhante a isso, porém como já se passaram algumas semanas já estou melhor, porém me recuperando. Não sei se esse é também o seu caso, mas uma das coisas que mais me machuca é o modo como ele age como se nada tivesse acontecido na frente das pessoas e depois quando estamos a sós me diz coisas que me confundem inteiramente. Mas, tenho certeza que tanto eu como você, apesar de não sairmos ilesas de tudo isso, ainda seremos muito felizes e encontraremos alguém que nos mereça plenamente. Ufa...que desabafo!Beijos

18 de março de 2011 23:08  

Que situação chata, não, chata não, uma merd@ mesmo!Não suporto isso, uma hora você está no céu e na outra no inferno. Não entendo gente assim...

Bjoss e força

20 de março de 2011 21:40  

Postar um comentário

<< Home