Apenas por pessoas de alma já formada

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Raci o cínio

Ah, eu minto, e como eu minto para ti! Fingir é mentir, mentir é me manter protegida, proteção é não demonstrar com tanto fervor que eu me importo. Confuso raciocínio, mas é verdade, embora aparentemente não faça o menor sentido. Se ao te atacar te perco, já que você se afasta, então minto que te quero apenas como amigo, porque assim você permanece, senão perto, ao menos não tão longe.
posted by mente inconstante at 17:36

1 Comments:

raros são os momentos em que não fingimos.

obrigado pelo comentário lá no meu blog, e pelos elogios ;D

16 de fevereiro de 2011 20:16  

Postar um comentário

<< Home