Apenas por pessoas de alma já formada

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Ele

Ele vai chegar a qualquer momento. Você espera por ele em uma escada qualquer. Sentada, tamborila os dedos, ansiosa, aguardando aquele olhar. O olhar que acalma seu mundo. Da única pessoa que parece lhe entender. Ele conhece bem você. Sabe tudo que se passa pela sua cabeça e sabe exatamente como você é. A ansiedade só parece crescer. Ele não chega. Você quer vê-lo antes que o sentimento dentro de você se agrave. O sentimento de ódio dentro de você cresce e você não tem força alguma para combatê-lo, senão a dor. Você quer chorar. Chorar por depender tanto de quem não lhe dá valor. Você se pergunta se tanto sofrimento vai lhe levar a algum lugar um dia. Não adianta forçar. O problema está na mente. Na sua ou na dele. Não importa. Não dá para modificar. Se for a sua, talvez. Se for a dele, provavelmente jamais. A mente é um troço difícil de demais de alterar. Então, ele aparece (finalmente). Não quem te atormenta, mas aquele que sempre consegue lhe acalmar. Ele olha nos seus olhos e entende, sem sequer perguntar, que há algo errado com você. Ele não fala "oi", nem pergunta "o que aconteceu?". Ele apenas lhe abraça e é, então, quando você percebe que não há melhor conforto do que o abraço de um amigo.
.
posted by mente inconstante at 12:50

6 Comments:

Gente, desisti da ideia das repostagens! BAH! Minha seleção estava grande demais e de seleção já não tinha mais nada. Para ter uma noção eu já tinha programado esses posts até o final de novembro. Um mês de repostagens?? Qual é... No way! É que cada postagem tem um significado e para mim muitas delas mereciam ser repostadas. Então, para evitar aborrecimentos eu desisti dessa ideia... Sorry, guys!
Ô, que menina temperamental eu sou.
Não nego o endereço desse blog...
COMPLETAMENTE INCONSTANTE!
Beijos a todos!

27 de outubro de 2009 13:08  

Lindo, Vanessa.
Bem lindo mesmo!
Adoro abraços, ainda mais em horas tristes e que eu necessito de conforto e apóio.

Bem, se você desistiu da ideia das repostagem, tudo bem. Ficaria feliz em reler parte de suas postagens mais queridas, mas, do mesmo modo, ficarei feliz em ler coisas novas. :D

Saudades de ti, querida.
Grande abraço, mocinha inconstante!

27 de outubro de 2009 13:18  

Nossa era exatamente do que eu preciso hoje...de um abraço amigo!tem coisa melhor do que isso nas horas triste?
Ah fiquei triste de não ter respostagem mais,mas nao tem problema eu to indo ler das suas postagem desde setembro de 2008(nao ter o q fazer é phoda pelo mesmo opitei por algo interessante ;D)
bjo guria

27 de outubro de 2009 17:23  

Abraço é bom em qualquer lugar e momento, mas nas horas dificies ele é um apoio tao grande e necessário.

Beijos!

27 de outubro de 2009 18:28  

É impressionante como eu me vejo em muitos dos seus textos. Eles dizem coisas de mim que eu jamais saberia como dizer.
beijãoo

28 de outubro de 2009 15:43  

poow, não tem nada melhor do que um abraço ;D gamei no texto!
:*

28 de outubro de 2009 18:46  

Postar um comentário

<< Home