Apenas por pessoas de alma já formada

domingo, 7 de junho de 2009

Sonhos

Afinal, o que são e o que significam?
.
Quarta-feira. Dia comum, tarefas comuns, dia-a-dia comum. Alegria extraordinária. Nem um pouco comum. Risos à toa, pensamentos felizes, alegria tremenda. Dia. Noite. A luz vai embora. Dá lugar à solidão. Deito, fecho os olhos, durmo e o que me vem ao sonhar? O que me vem assim que fecho os olhos e saio dessa realidade pensada? Não, não o motivo da minha alegria, meus risos à toa e meus pensamentos felizes. Mas, sim, a tentação. A tentação que acaba resultando numa saudade tremenda. Uma vontade de ver, sentir, tocar. O meu sonho transmitiu a mim mesma uma realidade irreal e não contemporânea. Uma lembrança, traços de momentos que costumavam ocorrer, de sentimentos que costumavam existir, mas que já não são mais partes da minha realidade. Estou feliz. Não quero outra pessoa. Quero mais intensidade somente, não outra pessoa. Quero a mesma pessoa mais vezes. E como quero! Mas a saudade bateu. Os sonhos me traíram. Deram-me uma rasteira. Por que trazer de volta esses sentimentos pelos quais não faço, nem nunca fiz questão de ter? Tenho medo de mim mesma. Sonhos são reflexos de nós mesmos. Nosso inconsciente tentando nos dizer algo. Um medo, vontade, sentimento, o que quer que seja reprimido. Ai, que medo! Medo de pegar aquele telefone e fazer uma besteira. Por que, inconsciente? O que estás tentando me dizer? Ignoro-te ou te ouço? O que faço eu? Vou dormir. Fale-me tu, inconsciente. Fale-me o quero ouvir e não o que queres dizer. Dê-me mais um dia. Um dia para colocar meus pensamentos no lugar e não cair em tentação. Não gosto de besteiras. Sobretudo de cometê-las.
.
posted by mente inconstante at 23:59

4 Comments:

Sonhos, sonhos e sonhos. muitas vezes eles não dizem nada, outras eles dizem tudo.. e esses realmente mexem com a gente, como a de cima me identifiquei também, e como você mesma citou, eles devem ser uma mensagem do nosso inconsciente, algo no qual evitamos pensar mas quando sonhamos simplismente não nos freiamos. Quem derá pudessemos comandá-los e evitar lembranças tão doces e ao mesmo tempo tão amargas.

8 de junho de 2009 20:02  

nossa me indentifiquei agora com seu texto.
uma vez me diseram que os sonhos são desejos que temos lá no fundo,mas as vezes acho que isso é mentira,pois muitas vezes os sonhos não tem nada haver com nada.
mudando totalmente de assunto,Vanessa eu ganhei OSTRA FELIZ NÃO FAZ PEROLA,muito bom mesmo esse livro.
bjo

9 de junho de 2009 06:35  

Muito bom Vanessa. Você escreve super bem, viu ? E o mais 'legal' é que dá pra se identificar bem com vários textos seus.
Mas ai já não sei se isso é uma coisa boa mesmo ;x

;* melhoras !

9 de junho de 2009 07:29  

ai, que fófis ;-; morri

9 de junho de 2009 17:57  

Postar um comentário

<< Home