Apenas por pessoas de alma já formada

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Retorno

Escrevo para espantar a inquietação em minha mente. Não possuo a ânsia por um amor cuja maior finalidade seja minha eterna calmaria. Não. Eu quero a dádiva de um desassossego. Enlouqueça-me para arrancar de mim as melhores construções já escritas, mas de maneira alguma me abandone nesse mundo morto sem fantasias. Caio em um poço de água imaginária. Quebro os dentes, mas não a magia. Vá, pequeno rouxinol, e avise a todos. Eu renasci em berço repleto de...
Não importa. Eu ressurgi.
posted by mente inconstante at 22:35

1 Comments:

Seja bem vinda!
E me espera que logo eu estarei de volta tbm. Eu sei.

7 de agosto de 2012 19:25  

Postar um comentário

<< Home