Apenas por pessoas de alma já formada

terça-feira, 24 de abril de 2012

Um beijo e até

Por mais que eu te trate mal ou te ignore, saiba que tenho um carinho enorme por você. Eu sempre te carregarei no fundo do meu peito. Você foi meu primeiro amor e, por esse motivo, sempre haverá uma parte de mim que ainda te amará. Não importa quanto tempo passe, não há como apagar o passado. E se eu te ignoro agora é para que no futuro nós possamos continuar bons amigos. Afinal, você foi por muito tempo o meu porto seguro. Não havia abraço mais acolhedor ou palavras mais confortantes. Eu odiaria ter que te apagar do meu futuro, mas no momento eu preciso te esquecer como amante para poder te ter como amigo. Eu só te peço para respeitar esse meu espaço. Já estou cansada de ser a outra na sua vida. Você já parou para pensar quantos anos se passaram? Foram mais de sete anos. Não te cansa isso também? Às vezes, eu acho que nem te conheço mais. Daí eu penso melhor e vejo que às vezes eu não reconheço nem a mim mesma. A gente muda sem perceber. Ou às vezes nem muda tanto assim. Ah, vamos. Escreva-me uma carta, um email que seja. Não precisa ser uma agenda inteira, mas me conte um pouco sobre o que passa na sua cabeça. O que você lembra da nossa infância? O que mais te marcou entre a gente? Escreva-me ao menos um bilhete dizendo que concorda com a minha linha de raciocínio e me dará o espaço que eu necessito. Mande-me uma resposta que eu ficarei à espera. Esse pedaço de folha solta era para dar-lhe apenas um adeus rápido, no entanto veja só. As linhas começam a ficar escassas e nem sinal do bendito adeus. Serve um "até logo"? Nos vemos daqui uns anos, quando sentarmos para tomar um café e discorrer sobre como conseguimos seguir em frente ignorando a saudade imensa um do outro. Ainda que eu não goste de café.
Um beijo e até.
posted by mente inconstante at 17:55

1 Comments:

Muito lindo esse Texto, querida. Um dos seus que mais gostei de ler. Me fez lembrar de um momento mágico, feliz, mas passado...

Um beijo do PI! =)

26 de abril de 2012 18:38  

Postar um comentário

<< Home