Apenas por pessoas de alma já formada

domingo, 10 de julho de 2011

Quatro

Pede-me desculpa, por favor, por ter saído de nós assim sem aviso prévio. Implora-me perdão por ter sido imprudente com a sua vida. Volta atrás naquele acidente, porque a dor aqui está grande e para esse tipo não há anestesia que dê jeito. Me diz como eu faço para seguir em frente, quando tudo o que quero é voltar para os teus braços? Olho para cama vazia. Sinto os olhos marejados ao perceber tua ausência latejando. A verdade é que o tempo passa e tudo mais, menos a saudade que me fará o favor de não me deixar te esquecer. Você continuará existindo em mim, isso eu prometo. Porque as lembranças são fortes a esse ponto. Agora mesmo, quando penso em você, sinto sua presença como se estivesse de fato na minha frente. Não está. E isso é o que dói tanto em mim. Nunca estará. Nunca mais. Por que "nunca" precisa ser uma palavra tão forte? Sinto-a como uma dor latente. Já fazem quatro meses e uma vida sem seus beijos em mim.
posted by mente inconstante at 23:59

3 Comments:

Nossa! Esse foi de arrebentar! LINDO!

13 de julho de 2011 13:46  

O meu fazem 2 anos... cadê o tempo que cura? Desconheço.

16 de julho de 2011 20:37  

...

5 meses que uma vida me faz falta...
É um vazio que fik, que eu sei q naum vai ser suprido nunca.


P.S.: Vanessa tow viajando, como eu havia te dito, quando xegar começarei nossa parceria! ;D

21 de julho de 2011 20:11  

Postar um comentário

<< Home